Série: "WTF is this game?": Golden Axe III

Posted On Julho 26, 2010

Filed under Golden Axe, WTF is this game?

Comments Dropped leave a response


“Quando eu vi a tela de abertura, já senti que a coisa ia ser braba…”


Em 1989, Golden Axe chega em versão caseira para o Mega Drive sendo um clássico absoluto para o mesmo. Sua continuação, Golde Axe II de 1991, segue o mesmo caminho do seu antecessor com melhorias gráficas, sonoras e um ótimo gameplay. Então, se o primeiro era bom, o segundo foi melhor, o terceiro seria um clássico absoluto. Foi isso que eu pensei quando comprei o cartucho japonês na época… I WAS WRONG!!!



“O jogo já começa errado… Cadê Gillius Thunderhead??? Ah, ele aposentou e agora comanda…”


Golden Axe III já chama a atenção logo pelo seus gráficos “caprichados”. Se no Golden Axe II as fases são bem detalhadas, com ótimos backgrounds, em Golden Axe III a coisa parece que foi “feita nas coxa”. O fundo da primeira fase, por exemplo, é uma cor azul com umas “redomas” em marrom para parecerem com montanhas e os personagens tem tão pouco sprites que os movimentos parecem com aqueles desenhos do Thor na década de 60/70.



“Isso é para ser um chute no inimigo??? huahuahuahua”


O som também veio na mesma carruagem. Quando os inimigos são atingidos parece que uma folha de papel é rasgada e o som da queda dos inimigos ou do personagem é tão tosco que nem o FX do Double Dragon, que é um dos piores do Mega Drive, perdem. A trilha sonora até que é interessante, se fosse pra um jogo de NAVE, tamanha a sintonia da música com o game.



“Poder do Kain vulgo “Conan”… Invocar um furacão ou redemoinho…”


A jogabilidade é tão ruim que da vontade de quebrar o joystick mesmo sendo aquela forma simples de beat’em up: um soca, um pula, um solta magia. Foram adicionados alguns golpes extras que, sinceramente, não sei como eles são dados mesmo lendo o tutorial do jogo com os golpes.



“DICA: Para dar um “facão” com Chronos, a pantera (Isso mesmo, uma pantera!) aperte golpe e enlouqueça o direcional colocando trás e cima…”


Depois de tanto mico, só me restou ir em uma locadora e trocar por World Trophy Soccer que me deu muito mais alegria que essa coisa tosca.


“Sintam o detalhe do céu…”


Na moral, o que a SEGA tinha em mente lançado uma desgraça dessa? Um verdadeiro lixo tóxico…

Só me resta dizer…WTF IS THIS GAME???

Anúncios

Série: "WTF is this game?"

Posted On Maio 4, 2010

Filed under WTF is this game?

Comments Dropped leave a response

Bem… É Old… Até demais… O Que falar de Llamatron 2112?

Confira:

Curioso? BAIXE O JOGO AQUI!
(Execute o install antes para configurar o som)

Viciante, bizarro, mas na boa…

E o pior é que algumas pessoas ainda tem esse jogo original…

Série: "WTF is this game?"

Posted On Março 15, 2010

Filed under WTF is this game?

Comments Dropped leave a response

Um certo dia, algum produtor de games dopado pensou: “E se pegarmos algo que todos adoram, juntarmos com algo que é visto dificilmente em games e colocarmos os dois fazendo algo que nunca fariam antes”. Daí surge Pirates VS Ninjas Dodgeball (Ou “Queimado entre Piratas e Ninjas”). Só de nome já da para ver que é algo que não iria atrair o publico. Talvez se tirassem o tema “Queimado”. Mesmo assim, é quase tão frustrante quanto dizer: “Megatron VS Robocop Sinuca”!


Agora tentando achar um ponto positivo, o jogo tenta até trazer uma diversão básica com um mini-game. Mas ai que mora o Problema: No exemplo do Wii, uma plataforma com uma capacidade de jogos melhores e bem mais divertidos, você realmente gostaria de ter mais um mini-game em sua coleção?

O jogo até traz alguns conceitos interessantes como controlar zumbis, robôs, monstros, etc. E a musica até é bem bacana. Infelizmente com o tempo o jogo se torna extremamente maçante. A idéia de Jiraya contra Jack Sparrow é até boa se o conceito não fosse o esporte em si. Você acaba esquecendo o tema e reparando que não passa de mais um jogo extremamente casual.


Um fator que talvez até tornasse o jogo divertido seria a opção on-line. Mas é fato que do acervo de jogos disponível hoje em dia, vale mais a pena jogar o jogo do Pelé.


Ele até “tenta”, mas Na boa…


Edit: Pelo menos o desenho do CD é muito legal!

Série: "WTF is this game?"

Posted On Dezembro 26, 2009

Filed under WTF is this game?

Comments Dropped leave a response

Todos do blog são adoradores do mundo dos quadrinhos, sendo assim qualquer tipo de herói é visto com bons olhos pelo pessoal daqui. Porém, o “fantástico” Aquaman é um caso à parte. Quem conhece o personagem não gosta nem desgosta, porém quem conhece outros personagens do mar, como Namor, percebe a inutilidade do herói de roupa laranja.
Agora analisando o jogo Aquaman: Battle for Atlantis, desaponta ainda mais as pessoas,em relação ao personagem da DC Comics. O jogo foi lançado para GameCube e Xbox, e mostra uma luta do herói pra livra Atlantis da destruição. Com seus poderosos poderes (como comunicar com formas marinhas), Aquaman deve enfrentar os inimigos que surgem em seu caminho, livrando o fundo do mar das forças do mal.

Aquaman: Battle for Atlantis é tão ruim, mais tão ruim, que uma premiação gringa se baseou nele pra dar seu troféu, chamado “Golden Mullet Awards” (uma “homenagem” aos longos cabelos louros do personagem). A jogabildade é considerada pobre, basicamente socos e chutes, sendo necessário apertar somente um botão repetidamente para chegar ao final do game.

E pensar que algum ser-humano na face da Terra comprou esse jogo, provavelmente uma avó desavisada tentando fazer uma surpresa pro netinho no natal (“Não deixa de ser uma surpresa… uma daquelas bem negativa!”). Na próxima já sabe, leve ele junto pra escolher um jogo decente!!!!


Em relação ao gráficos…. Não precisa dizer nada!!!



e pra finalizar, na boa….

Série "WTF is this game?"

Posted On Dezembro 10, 2009

Filed under WTF is this game?

Comments Dropped leave a response

O que falar desse “maravilhoso” título de Xbox? Coffeetime Crosswords leva o jogador a tudo aquilo que não se quer quando cria-se um jogo: Sono, tédio, frustração, e por ai segue. O Objetivo do jogo é simples: resolver as fascinantes 150 palavras cruzadas.

O melhor é o anúncio que a Live do Xbox faz sobre o jogo, uma tentativa desesperada de colocar uma animação nesse “desafio de tirar o fôlego”:

“Se prepare para um verdadeiro desafio de palavras cruzadas, que testará suas habilidades em Cofeetime CrossWords (“até ai empolga o jogador”). Atinja as maiores pontuações e melhore seu progresso através dos 150 desafios criados por Penny Press (“deve ser a revista coquetel dos gringos”). Jogue junto de um amigo no modo cooperativo….

e ajude um ao outro resolver as palavras cruzadas (“Como assim ajudar? Não existe nada mais irritante do que alguém empoleirado no seu ombro, dizendo as respostas certas!”). Junte sua esperteza, prepare-se para ser entretido, e desafie suas habilidades (“até anima parece chamada de jogos clássicos…”)….

Em resolver palavras cruzadas!!!” (“……………………………………”).

Na boa…